Hoje dia 19 de Outubro de 2019, recordamos a morte do ex-presidente Samora Moises Machel, ele que foi o 1º presidente da Republica de Moçambique, portanto o portal do site @MusicaBoaNet decidiu fazer um #Repost da música Samora Machel do grupo Xitiku Ni Mbawula aom lado da rapper feminina Iveth, esta música foi lancada em 2013, o género é Hip-Hop/Rap, foi produzida pelo grande produtor Baba-X The Genius, Samora Moisés Machel  (ChilembeneGaza29 de Setembro de 1933 — Mbuzini, Montes Libombos19 de Outubro de 1986) foi um militar moçambicano, líder revolucionário de inspiração socialista, que liderou a Guerra da Independência de Moçambique e foi o primeiro presidente após a sua independência, de 1975 até à sua morte em 1986.[1]

Carinhosamente conhecido como “Pai da Nação”, morreu quando o avião em que regressava ao Maputo se despenhou em território sul-africano.[1] Em 19751976 foi-lhe atribuído o Prémio Lénine da Paz.

Samora Moisés Machel nasceu em 29 de setembro de 1933 em Madragoa, na Gaza. Filho de um agricultor relativamente abastado, Mandande Moisés Machel, da aldeia de Madragoa (actualmente Chilembene), Samora entrou na escola primária com nove anos, quando o governo colonial português entregou a “educação indígena” à Igreja Católica.[1] Quando terminou a escola primária, o jovem de cerca de 18 anos quis continuar a estudar, mas os padres só lhe permitiam estudar teologia e Samora decidiu ir tentar a vida em Lourenço Marques, actual Maputo. Teve a sorte de encontrar trabalho no Hospital Miguel Bombarda (o principal hospital da cidade) e, em 1952, começou o curso de enfermagem. Em 1956, foi colocado como enfermeiro na ilha da Inhaca, em frente da cidade de Maputo, onde casou com Sorita Tchaicomo, de quem teve quatro filhos: Joscelina, Edelson, Olívia e Ntewane.

Neto de um guerreiro de Gungunhana, Samora Machel foi educado como nacionalista e, como estudante, foi sempre um «rebelde» e tomou conhecimento dos importantes acontecimentos que se davam no mundo: a formação da República Popular da China com Mao Tse-Tung, em 1949, a independência do Gana com Kwame Nkrumah, em 1957, seguida da independência de vários outros países africanos. Mas foi o seu encontro com Eduardo Mondlane, de visita a Moçambique em 1961 e que nessa altura trabalhava no Departamento de Curadoria da ONU como investigador dos acontecimentos que levavam à independência dos países africanos, que, juntamente com a perseguição política de que estava a ser alvo, levou à decisão de Samora de abandonar o país em 1963 e juntar-se à FRELIMO na Tanzânia. Para lá chegar, teve a sorte de, no Botswana, encontrar Joe Slovo  (que, mais tarde, foi presidente do Partido Comunista Sul-Africano) com um grupo de membros do ANC sul-africano, os quais lhe ofereceram transporte num avião que tinham fretado, Samora Machel estará sempre na mente do povo moçambicano #MZ.

 

Artist : Xitiku Ni Mbawula

Feat : Iveth

Title : Samora Machel

Genre : Rap

Prod By : Baba-X

Year : 2019

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *